Translator Disclaimer
1 June 2013 Reproductive Allometry of Podocnemis expansa (Testudines: Podocnemididae) in Southern Brazilian Amazon
Author Affiliations +
Abstract

Podocnemis expansa is the largest freshwater turtle in South America and exhibits a complex reproductive behavior. Females lay eggs in sandy banks formed during the dry season. Nesting habitat can influence hatching success and sex determination. In some turtle species, female body size is crucial to determine reproductive parameters such as clutch size and shape. In this study, we investigate allometric relationships between female body size and their tracks, and clutch characteristics and nest shape in sandy beaches along the Javaés River, southern Brazilian Amazon. Our results indicate that female body size can be estimated based on tracks. Larger females leave larger foot tracks in the sand and have larger clutch sizes with larger clutch mass than smaller females. Female carapace width and body mass can be considered reliable variables to estimate clutch size and total clutch mass for the species. Larger females should be protected because they can be responsible for most annual clutch production.

Podocnemis expansa é o maior quelônio de água doce da América do Sul, apresentando um comportamento reprodutivo complexo. Essa espécie nidifica em bancos arenosos formados durante as vazantes dos rios da Amazônia. As características do ambiente de nidificação podem influenciar o sucesso reprodutivo e o sexo dos filhotes. Alguns trabalhos já demonstraram que o tamanho corporal da fêmea é determinante para as condições da ninhada (quantidade e tamanho dos ovos) e nas dimensões dos ninhos (profundidade e diâmetro) em algumas espécies de quelônios. O presente estudo investigou as relações alométricas entre o tamanho corpóreo da fêmea, seus rastros, as variáveis da ninhada e a forma dos ninhos em ambiente natural em uma praia do rio Javaés, na Amazônia Brasileira. Foi observado que o tamanho corpóreo da fêmea de P. expansa pode ser estimado em função do seu rastro. Fêmeas maiores deixam rastros maiores na areia, além de produzirem mais ovos (tamanho da ninhada) e com maior massa (massa da ninhada) do que fêmeas menores. A largura da carapaça e a massa da fêmea podem ser consideradas variáveis confiáveis para estimar o tamanho e a massa da ninhada dessa espécie. A proteção de fêmeas de maior tamanho deveria ser priorizada, já que podem ser responsáveis por grande parte da produção anual de ovos.

Thiago C. G. Portelinha, Adriana Malvasio, Carlos I. Piña, and Jaime Bertoluci "Reproductive Allometry of Podocnemis expansa (Testudines: Podocnemididae) in Southern Brazilian Amazon," Journal of Herpetology 47(2), (1 June 2013). https://doi.org/10.1670/11-288
Accepted: 1 March 2012; Published: 1 June 2013
JOURNAL ARTICLE
5 PAGES


SHARE
ARTICLE IMPACT
RIGHTS & PERMISSIONS
Get copyright permission
Back to Top